AdBlock Detected

Parece que você está usando um bloqueador de anúncios!

Por favor. Contribua com nosso trabalho desativando o bloqueio de anúncios. Obrigado!

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Dicas de Desenvolvimento Pessoal, Relacionamento Afetivo e Frases Motivacionais

Relacionamento Afetivo: O Medo de Amar




Neste texto você encontrar por que você tem medo de amar. Vai aprender, também, por que se sabota numa relação. Além disto, você vai saber como parar de ficar sofrendo num relaciomento, o que é o amor e como transformar sua relação em felicidade.

Tudo isto em várias óticas de pessoas que influenciaram o mundo. Boa leitura!

Relacionamento Afetivo: O Medo de Amar

Todos os seres humanos possuem um grande objetivo na vida: viver em estado de pleno amor. Entretanto, na vida real poucas pessoas tem consciência de como é viver um amor em sua plenitude.

A realidade da maioria das pessoas é de carência, projeções, ansiedade, pobreza de espírito e muito ego jogado no outro estabelecendo relacionamentos superficiais.

O primeiro objetivo é sempre seus interesses pessoais, consequentemente, o relacionamento morre e pra não nos desgastarmos com a próxima pessoa, preferimos viver isolados nas nossas casas interagindo com a solidão.

Estamos tão programados a sofrer que morremos de medo quando alguém nos ama, parece que:

“O Medo de amar nos faz ter medo de nos entregar para o outro!”

Nesta era moderna um dos nossos maiores medos é de amar, sem dúvida, anda junto com os maiores medos da humanidade que é: medo da morte e falar em público.

Aliás, neste mundo materialista o medo de um relacionamento afetivo é tão grande que até nos sentimos envergonhados de amar alguém.

Um dos grandes problemas de amar uma pessoa é ficar dependente dele, que pode nos acarretar fragilidades, distrações, falta de foco e dependência, enfim, a presença do outro se torna primordial.

E isto se deve ao nosso ego, pois, ele é carente, cheio de dores, pedinte.

Então, por termos este lado obscuro dentro de nós, sabotamos a possibilidade de viver um grande amor.

“O amor não prospera em corações que se amedrontam com as sombras”.

(William Shakespeare) 




Sabotamos Qualquer Relacionamento Afetivo

Sabotamos a possibilidade de viver um grande amor, Este é o dilema do ser humano e então, o que fazemos?

Destruímos o relacionamento de forma inconsciente! O medo de amar corrompe todo nosso coração e o que acontece?

Acontece que abrimos as portas para a solidão, desilusão e aos  sofrimentos, tudo isto por medo de amar.

O medo de amar existe, pois, ele nos faz buscar tantas desculpas, justificativas, inseguranças que queremos fugir para não sofrer, ou seja: 

É melhor sozinho do que alguém mexendo naquela dor que odiamos quando alguém a toca.

Possuídos por este medo de sofrermos, novamente, por amor, inviabilizamos qualquer relação, mas mal percebemos que por medo de sofrermos, nos condenamos a sofrer todos os dias a dor da solidão.

Portanto, temos que ficar atento a este “Medo de amar”.

Para isto, devemos mergulhar, profundamente, dentro de nós e educar este ego doente pra podermos perceber que quando alguém está decidido a ficar sozinho por medo, provavelmente, não consegue enxergar o amor e tão pouco a pessoa amada.

“Já escondi um amor com medo de perdê-lo”. (Clarice Lispector) 

Por fim, façam uma reflexão: Será que alguma experiência dolorosa do passado como as brigas ou a separação de seus pais, por exemplo, não teria ajudado a desencadear estes medos de ter um relação?

Lembrem-se: Amar é uma conexão com Deus, se relacionar com outra pessoa é um crescimento espiritual e uma chance de ser profundo consigo mesmo.

Hélio Couto




Relacionamento Afetivo: Como Parar de Sofrer nas Relações?

Existem Dois Tipos de Relacionamento Afetivo

1- Relação Santa e saudável

2- Relação Especial

A relação santa se refere a quem está guiando nossa mente, se for o nosso espírito santo, nossa essência, ser superior, então temos um casamento ou namoro saudável.

Mas se temos uma relação especial é um relacionamento baseado como guia o nosso ego.

Para chegar ao relacionamento saudável, temos que trabalhar o relacionamento especial por que conhecemos muito bem este tipo de relação, mas quase ninguém de nós sabemos o que é relacionamento santo.

Bom, pra saber um pouco mais sobre a relação especial podemos dividí-la em duas partes:

Relacionamento Afetivo: Como Parar de Sofrer nas Relações?
relacionamento afetivo

1- Relacionamento especial de ódio:

Ela é baseada no fato de que a pessoa tem ódio de você e que está claro pra ti! Mas para a outra pessoa nem tanto.

Nós pensamos que quando odiamos àquela pessoa é só tirá-la de perto de nós que paramos de odiar, mas não! Ela não sai da nossa mente e assim a relação continua.

2- Relacionamento especial de amor:

Ela é um problema! Por que acreditamos que amamos o outro, mas não gostamos coisa nenhuma, pensamos que amamos o outro, mas na verdade não amamos.

Ela é apenas um véu pra raiva e pro ódio! Este tipo de relação é baseado nesta seguinte ideia:

Eu amo você até que você faça tudo que eu quero, mas no momento que você não faz algo que eu quero deixo te amar. 

Ou seja: Aí eu tenho ódio de você. O relacionamento parece uma coisa, mas não é! A relação especial de amor é uma paródia de amor, pois, é confundido. Por que acreditamos que amor é ciúmes ou posse.

É aquela péssima idéia:

“Se você não tem ciúmes de mim, você não me ama!”

E isto é um erro! Pois todo ciúmes vai trazer dor, sofrimento, mas amor não traz dor e sofrimento.  Sócrates já dizia:

“A escuridão não pode trazer luz e luz não pode trazer escuridão!”

Você pode achar o amor o que quiser, mas se você for ver no fundo é apenas uma troca, por que ele é baseado num processo interno que não temos consciência.

Quer dizer: Ele é baseado dentro de nós, pois, você constrói uma pessoa dentro da sua mente e sai procurando pelo mundo a ideia de Alma Gêmea.

Relacionamento Afetivo e Alma Gêmea

Relacionamento Afetivo: Como Parar de Sofrer nas Relações?
relacionamento afetivo

A ideia de alma gêmea vem daquela parte dentro de você. Que você acha que está faltando e é baseado na escassez.

Você alimenta esta ideia porque senti uma falta de algo dentro de ti e sai “pescando” alguém para te “completar”.

Então, a sociedade constrói um esteriótipo de amor e relacionamento. Forma uma imagem do outro e aí quando você encontra aquela pessoa que é ” especial”.

Aliás, muito especial! Isto é um relacionamento de amor especial. A de namorado e casamento perfeito! Tudo maravilhoso!

Entretanto, quando acaba a lua de mel tudo volta a estaca zero e assim você fala para aquela pessoa:

“Você não é aquela pessoa que eu pensava que era”.

E então, a outra pessoa perde a beleza pra você. Bom, logo após esta ficha ter caído, começa outro ciclo:

“Esta pessoa não serve mais pra mim, então, vou buscar outra pessoa! Ela não faz o que eu quero”.  

Enfim, esta pessoa não estava lidando com o seu namorado(a) e sim com a imagem que estava dentro dela.

Assim, a imagem quebra, enfim, o vidro quebrou! E você começa a não ser mais a mesma pessoa com ela.

O amor acabou e a outra pessoa te critica demais que você está gorda ou magra. Só vê coisas erradas que você faz. Enfim, só vê diferenças para te atacar, então, este tipo de namoro ou casamento é muito enganoso.

Relacionamento Afetivo: Como Parar de Sofrer nas Relações?
relacionamento afetivo

Como Transformar o Relacionamento Afetivo?  

A resposta é voltar-se pra dentro de ti. 

Entenda, quem trás esta visão de amor de ódio é o teu ego, pois, você dá a sua mente para ela seguir o teu EGO que gosta de amor e sofrimento.

Então, o trabalho de cada um é deixar se guiar pelo amor, espírito santo e essência que existe dentro de cada um, enfim, escutar a voz de Deus dentro de você.

Escutando a voz de dele na sua vida tudo começa a ser uma lição a ser apreendida e não a ser punida. Você começa a ver apenas o erro na outra pessoa e não pecado que apenas sabe condenar a outra pessoa.

Desta forma, aos poucos você começa a transformar o relacionamento especial de ódio para o relacionamento especial de amor.




Relação é Compreensão e Não Condenação

Nas relações afetivas é fudamental você compreender o outro, pois, todos os humanos erram. Portanto, é fundamental não condenar e julgar. 

Todavia, isto não é feito de um dia para outro, precisa-se de tempo! Por que a mente não trabalha, rapidamente, com coisas rápidas.

Tudo neste mundo foi feito pelo ego, mas o espírito santo pode usar tudo aqui de maneira diferente, então, você pode transformar seu relacionamento afetivo de dor para o amor.

Antonio Monteiro
PHD-Psicólogo-Usp

parar de sofrer na relação
relação amorosa

Quais as 3 Dimensões do Amor?

A primeira é a Dependência. O marido é dependente da esposa ou ela é dependente do marido; eles exploram um ao outro, dominam um ao outro, possuem ao outro e reduzem um ao outro a uma mercadoria.

A segunda possibilidade é de ter duas pessoas independentes, isto, também, acontece de vez em quando. Mas, também, traz infelicidade, pois, há um conflito constante.

Ou seja: Nenhuma adaptação é possível, pois, os dois são muito independentes e ninguém está pronto para se comprometer e se adaptar ao outro.

A terceira possibilidade é a da interdependência. Isso quase não acontece, mas quando acontece uma parte do paraíso cai por terra. 

Enfim, o certo seria interdependentes onde duas pessoas, nem independentes, nem dependentes, mas numa grande sincronicidade como se estivesse respirando no mesmo corpo, com uma alma em dois corpos.

(Osho)

Relacionamento Amoroso: O Amor é Exigente e Não Negocia
relacionamento amoroso

Relacionamento Amoroso: O Amor é Exigente e Não Negocia

O amor é super exigente e ele não negocia. Todos seres humanos querem um amor, se casar e ser feliz com alguém, mas poucos estão preparados para tal.

Quando começamos a sair com uma outra pessoa nós projetamos as nossas fantasias. 

Mas a primeira coisa que o ser humano deveria entender é que dentro de si existem várias personalidades que lhe causam muita instabilidade.

E por sofrer com esta instabilidades o ser humano provoca um problema sem perceber, por exemplo: Uma vez me disseram o seguinte:

Eu estava conversando com o meu namorado sobre orgão sexual, gravidez e filhos e de repente ele solta a seguinte frase:

“Nossa! Por você ter filhos o seu orgão sexual ficou mais largo e maior? Essa mulher disse que ficou doida com ele sobre este comentário, mas perguntei:

Ele te disse de forma respeitosa? Ela ficou quieta, então, entendi que ele não fez nada por mal e percebi que ela levou para o lado escuro e negro da sua personalidade. 

Então, percebam! Devido a uma interpretação negativa nós arruinamos nossas vidas e relações. Neste caso, ela alimentou um pensamento negativo e projetou no namorado. Qual foi o resultado? Brigas!

Enfim, o problema desta história é que o amor não negocia intolerância e falta de diálogo, pois, ele é exigente. 




Amor não é Entreter

O amor não é entretenimento e sim aperfeiçoamento, ou seja: Ele não negocia mentiras, por exemplo, colocar os defeitos embaixo do tapete sem que ambos não falem sobre eles.

Numa relação o amor exige que ambos trabalhem suas sombras e que conversem um com o outro sobre seus sabotadores e que sejam um espelho do outro para dissolvê-las.

Também, não se tolera julgamentos, pois, quando o outro o acusa de seus defeitos é apenas uma projeção psicológica, pois, você está sendo espelho da pessoa que reclama.

No amor exige que o outro queira se ver, se enxergar e dialogar com o seu parceiro para ambos crescerem como seres humanos. Como diz Platão:

“A melhor coisa que você pode fazer pelas pessoas que ama é crescer como ser humano, pois, só assim você pode garantir alguma coisa a elas!”

Relacionamento é Crescer Como Casal

E crescer como casal é fundamental, pois, ele é vertical e exige esforço. Algumas coisas tem que ser deixadas para trás e é uma guerra deixar coisas para trás para realmente amar.

Se você entra numa relação vai precisar derrotar alguns de seus defeitos e o casal precisa estar preparado para isto onde precisa do reflexo do outro para se enxergar, por mais insuportável que seja.

Ou seja: O amor não negocia este crescimento, pois, ele vai te lapidar e deixar mais leve, pois, ele vai exigir que você seja mais suave com à vida.

O amor não negocia as suas mentiras. Ele quer que você destrua suas máscaras pra te desnudar e mostrar sua verdadeira face pra que você possa voar com ele.

O que é artificial o amor faz voar. Aquilo que não é você vai ao chão, pois, ele não quer suas fantasias e máscaras, embora, seja muito duro constatar o que realmente você é.

Aliás, isto o amor não negocia mesmo! Ele exige que você queira ver quem você é! Por que uma relação de casal não é horizontal que é um tipo de relação que tudo que você faz está esperando uma contrapartida.

Platão, diz que este tipo de amor está num nível medíocre de ligação, em suma, não é verdadeiro amor. O real é vertical.

Ele vai exigir flexibilidade para não se apegar a hábitos e vícios. O amor te proporcionará que reconstrua suas bases sólidas e sentimentos de unidade, pois, não vai tolerar que você tome na sua viagem posturas egoístas.




Quem quer se aperfeiçoar numa Relação Amorosa?

O problema é: Quem prefere o aperfeiçoamento? A maioria opta pela comodidade, mas cuidado: Você vai ter meio amor e meia vida, além de ser meio humano. Portanto, ao invés de levantar vôo com ele prefere ficar na terra e pegar os restos.

Por isto que o amor não negocia e é exigente. A maior obra do homem é a construção do próprio homem. Se num relacionamento afetivo duas pessoas não queiram se ver e se enxergar para dialogar não há amor e sim apenas julgamentos, condenações, intolerâncias e tristezas.

Prof Lucia Helena Galvão

Nova Acrópole

Picture of Walmei Junior

Walmei Junior

Sou Administrador de Empresa, Pós Graduado em recursos Humanos (MBA). Além de ser Coach, Palestrante, Practitinoer em Programação Neurolinguística, Hipnólogo e apaixonado pela mente humana e auto conhecimento.

Comente o que achou:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

---------------Veja mais---------------
Significado de Sonhos: Guia Completo de Interpretação

Significado de Sonhos: Guia Completo de Interpretação

  O significado de sonhos segundo a análise junguiana é uma exploração fascinante do inconsciente humano. Carl Jung acreditava que os sonhos são janelas para a mente inconsciente, pois, ele

Frases de Bom Dia para a Namorada: Amor e Inspiração Diários

Frases de Bom Dia para a Namorada: Amor e Inspiração Diários

  Frases de bom dia para a namorada é uma forma carinhosa de começar o dia e fortalecer os laços do relacionamento. Enviar uma mensagem de bom dia é mais

Frases Bonitas de Deus: Sabedoria e Inspiração para a Vida Diária

Frases Bonitas de Deus: Sabedoria e Inspiração para a Vida Diária

  Frases bonitas de Deus são expressões que tocam a alma e elevam o espírito, pois, essas frases, carregadas de amor, fé e esperança, têm o poder de transformar dias

PARA MAIORES INFORMAÇÕES CLIQUE NAS FIGURAS ABAIXO PRA COMPRAR.

CURSO DE PSICOLOGIA ONLINE