AdBlock Detected

Parece que você está usando um bloqueador de anúncios!

Por favor. Contribua com nosso trabalho desativando o bloqueio de anúncios. Obrigado!

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Dicas de Desenvolvimento Pessoal, Relacionamento Afetivo e Frases Motivacionais

Ego: O Que é e Descubra Como Influencia seus Comportamentos

Ego: O Que é e Descubra Como Influencia seus Comportamentos

 

Neste texto você vai encontrar bastante reflexão sobre o ego na ótica do guru espiritual Eckhart Tolle e uma ideia tirada do livro um curso em milagres. No final, eu cito a grande terapeuta americana Louise Hay.

Estas duas reflexões vai te ajudar a entender como funciona o ego pra te ajudar a não ser conduzido por ele e parar de sofrer.

Enfim, espero que gostem e que consigam algum insight para a vida de vocês. Boa Leitura!

O que é o Ego?

O ego é a idolatria, o sinal de um ser separado e limitado, nascido em um corpo, destinado a sofrer e a terminar sua vida na morte.

É a vontade que vê a vontade de Deus como inimiga e toma uma forma na qual ela é negada.

O ego é a “prova” de que a força é fraca e o amor amedrontador, de que a vida é realmente morte e de que só aquilo que se opõe a Deus é verdadeiro.

O ego é insano. Ele se estabelece no medo, além de todos os lugares à parte de tudo, separado do infinito. Em sua insanidade pensa que veio a ser vitorioso sobre o próprio Deus.

E em sua terrível autonomia, “vê” que a vontade de Deus foi destruída. Ele sonha com o castigo e treme com as figuras dos seus sonhos.

Seus inimigos que buscam assassiná-lo antes que ele consiga garantir a sua segurança atacando-os.

O filho de Deus não tem ego. O que pode ele saber da loucura, pesar, sofrimento e da morte de Deus se habita nele e vive na alegria eterna?

O que pode saber do medo e do castigo, do pecado e da culpa , do ódio e do ataque, se tudo o que o cerca é a paz dura para sempre, para sempre sem conflitos e imperturbada, no mais profundo silêncio e tranquilidade?

O preço da fé no ego

Conhecer a realidade é não ver o ego e os seus pensamentos, seus trabalhos, seus atos, suas leis e suas crenças, seus sonhos, suas esperanças, seus planos para a própria salvação e quanto custa acreditar nele.

O preço da fé no ego é tão imenso em sofrimento que a crucificação do filho de Deus é diariamente oferecida no seu santuário escuro e o sangue tem que ser derramado diante do altar onde os seus seguidores doentios preparam-se para morrer.

E no entanto, um só lírio de perdão transforma a escuridão em luz, o altar as ilusões no santuário da própria vida.

É a paz será para sempre restituída ás mentes santas que Deus criou como seu filho, sua morada, sua alegria, seu amor, completamente seu completamente um com ele.

Fonte: (Livro Um curso em Milagres)

Aprenda Isto e Pare de Fazer Escolhas Erradas

Uma técnica espiritual eficaz é permitir, conscientemente, a diminuição do ego quando ela acontecer e não tomar nenhuma iniciativa para restaurá-lo.

Recomendo a você que realize um teste de vez em quando.

Por exemplo: Quando alguém lhe dirigir críticas, censuras ou xingamentos, em vez de revidar no ato as críticas, censuras ou xingamentos para tentar se defender não faça nada.

Deixe que sua auto imagem permaneça diminuída e fique atento ao que isso desperta no seu interior. Por alguns segundos pode parecer desagradável, como se seu corpo tivesse encolhido.

Depois, talvez, você experimente uma sensação viva de amplitude interior. Você não foi diminuído nem um pouco.

Na verdade, se expandiu. É provável, então, que chegue a uma conclusão impressionante:

Quando parece que você é diminuído de alguma maneira e não adota nenhuma reação externa e interna, você compreende que nada real foi reduzido e que tornando-se menos se transforma em mais.

Quando deixa de se defender ou de tentar fortalecer a forma do seu eu, você se afasta da identificação com a forma, com sua auto imagem mental.

Por admitir ser menos (na percepção do ego), na verdade você passa por uma expansão e cria espaço para o ser entrar.

Enfim, o verdadeiro poder, aquilo que você é além do seu corpo, pode então brilhar através da forma, aparentemente, enfraquecida.

(Eckhart Tolle)

Identificação com coisas, busca de aprovação e Vitimismo

Quem trabalha no setor de publicidade sabe muito bem que pra vender produtos supérfluos ou desnecessários é preciso convencer as pessoas de que esses objetos acrescentarão algo à maneira como elas se vêem ou são vistas pelos outros.

Ou seja, que adicionarão alguma coisa à sua percepção do eu. Quando adquirimos um produto não estamos “comprando o produto” e sim realçando nossas identidades.

Agora, se todas pessoas pudessem adquiri-las seu valor psicológico se perderia e nós ficaríamos apenas com seu valor material.

Com que tipo de coisa cada um de nós se identifica é algo que varia de pessoa, considerando a idade, o sexo, a renda, a classe social, a moda e a cultura dominante, entre outros fatores.

Aquilo com que alguém se identifica tem tudo a ver com o conteúdo, enquanto, a compulsão inconsciente para se identificar é estrutural. Essa é uma das maneiras mais básicas pelas quais a mente egóica funciona.

Paradoxalmente, o que mantem a chamada sociedade de consumos é o fato de que tentar encontrar a si mesmo por meio de coisas não funciona:

A satisfação do ego tem vida curta, assim a pessoa continua buscando mais, comprando e consumindo. Não podemos reverenciar as coisas, verdadeiramente, se as usamos como meios para ressaltar nosso eu.

Sua identificação com as coisas cria sentimentos de apego e obsessão em relação a elas, o que, por sua vez, forma a sociedade de consumo, bem como suas estruturas econômicas onde a única medida de progresso é sempre mais.

Fique Alerta e Descubra Seu Poder além do ego

Enfim, é preciso estar alerta, e ser honesto para descobrir, por exemplo, se seu sentido de valor pessoal está ligado aos bens que possui.

Então pense: Será que determinadas coisas lhe despertam um sentimento sutil de importância ou superioridade? A falta delas o faz se sentir inferior a quem tem mais?

Você menciona de modo informal as coisas que possui ou as exibe para aumentar seu sentido de valor aos olhos das pessoas e por meio delas aos seus próprios olhos?

Costuma ficar ressentido ou irado e de alguma forma se sente diminuído na percepção do seu eu quando constata que alguém tem mais do que você ou quando perde um bem valorizado?

Pensem…

(Eckhart Tolle)

Ego: Somos Macacos Buscando Aprovação dos Outros

Veja a análise perfeita do canal elegante no youtube sobre este filme que é um espetáculo de expansão de consciência.

Você vai entender o filme nesta explicação e com certeza vai querer ver este filme . Ele é o lado da matrix, clube da luta e até poderoso chefão.

Assistam!

Ego: O Ser Humano Adora Ser Vítima ou Amante. Um dos grandes problemas do ser humano é o personagem da vítima ou amante.

A Busca por Atenção do ego Pra Reforçar o Vitimismo

Quando não conseguem obter elogios nem admiração alguns egos procuram outras formas de chamar atenção. Ou de forma positiva ou negativa.

Algumas crianças são exemplo disto. Adotando um mal comportamento para chamar a atenção dos pais e outros buscam a fama e a notoriedade.

Um papel muito comum é o de vítima e a forma de atenção é a solidariedade, a piedade ou o interesse dos outros pelos “meus” problemas, por mim e minha história.

Então, se ver como vítima é um componente de muitos padrões egóicos. Como queixar-se, sentir-se ofendido, ultrajado e assim por diante.

Assim a pessoa assume o papel e quer que ela nunca termine. Já que o ego não deseja o fim de seus problemas.

Caso não tenha ninguém para ouvi-la, provavelmente, ela vai contar esta história, mentalmente, várias vezes ao dia para si mesma. Com a necessidade de sentir pena de si mesma.

Interpretação de Papéis no Amor do ego

Vemos isto nos relacionamentos amorosos chamados de “românticos”. A interpretação de papéis é bastante comum no sentido de atrair e manter a pessoa.

“Eu interpreto quem você quer que eu seja, enquanto você representa quem eu desejo que você seja”

O problema que esta interpretação, o ser humano não consegue sustentar por muito tempo. Muitas vezes que chamamos de “apaixonar-se” é apenas uma intensificação do desejo e da necessidade do ego.

E quando estes papéis acabam? Na maioria dos casos, ainda não há verdadeira essência do ser, mas aquilo que a encobre.

O ego em estado natural, despido dos seus disfarces e com os sofrimentos que traz do passado e seu querer insatisfeito, que agora se transforma em raiva, provavelmente, direcionado ao parceiro.

Enfim, ser vítima ou amante vem da intensificação destes papéis negativos, que se acentua devido ao sofrimento emocional do passado que deseja se renovar com uma experiência diferente.

(Eckhart Tolle)

Ego. Medo e Deus como Inimigo

Vontade de Deus Aniquilada

E em sua terrível autonomia, percebe que destruiu a vontade de Deus, pois, ele sonha com o castigo e treme com as figuras dos seus sonhos.

Inimigos que buscam assassiná-lo antes que ele consiga garantir a sua segurança atacando-os. Já o filho de Deus não tem ego.

O que ele sabe da loucura e da morte de Deus se habita nele? Pode conhecer do pesar e do sofrimento se vive na alegria eterna?

O que pode saber do medo e do castigo, pecado e culpa, ódio e do ataque, se tudo que o cerca é a paz que dura para sempre sem conflitos e imperturbada no mais profundo silêncio e tranquilidade?

A Realidade é Não vê-lo em Seus Pensamentos

Conhecer a realidade é não ver o ego e os seus pensamentos, trabalhos, atos, leis e suas crenças, sonhos, esperanças, planos, para a própria salvação e o quanto custa acreditar nele.

O preço da fé no ego é tão imenso em sofrimento que a crucificação do filho de Deus é, diariamente, oferecida no seu santuário escuro.

E o sangue tem que ser derramado diante do altar onde os seus seguidores doentios preparam-se para morrer. No entanto, um só lírio de perdão transforma a escuridão em luz, o altar às ilusões e o santuário da própria vida.

É a paz será para sempre restituída as mentes santas que Deus criou como o seu filho, sua morada, sua alegria, seu amor, completamente seu e um com ele.

Livro: Um Curso em Milagres

Seu Drama é Proporcional ao Tamanho do Teu Ego

Aprendo, lentamente, que não tenho que reagir a nada que me incomode e que a energia necessária para reagir a cada coisa “má” que me acontece, me exausta e me impede de ver as outras coisas boas da vida.
Sou ensinada, lentamente, que não vou ser o consolo de todos e que não vou poder levar todo mundo a me tratar como eu quero ser tratado e não é nada de mais. 
E que tentar ′′ganhar′′ qualquer um é apenas uma perda de tempo, energia e que só me enche de vazio.
Também, aprendo que não reagir não significa que eu concorde com as coisas, simplesmente, significa que eu escolho me elevar.
Eu escolho aprender a lição, pois, ela me serviu e aprendo com ela a escolher ser uma pessoa maior, enfim, eu opto por minha tranquilidade mental, pois, é disto que eu, realmente, preciso.
Leia também

O Ego Precisa de Drama

Não preciso de mais drama. Que as pessoas me façam sentir que não sou boa o suficiente. Eu não preciso de brigas, argumentos e conexões falsas.
Lentamente, aprendendo que às vezes, não dizer nada diz tudo e que reagir a coisas que me incomodam dão poder a alguém sobre as minhas emoções e a mim.
Não posso controlar o que os outros fazem, mas posso escolher como reagir, como lido com isso, como o percebo e o quanto levo para o lado pessoal. 
Aprendo, lentamente, que na maioria das vezes, essas situações não dizem nada sobre mim e muito sobre a outra pessoa.
Aprendo que todas essas decepções estão aí para me ensinar a me amar. Onde me servirá de escudo e que mesmo que eu reaja, não vai mudar nada.
Não vai fazer as pessoas me amarem e me respeitarem de repente, elas não mudarão mágicamente suas mentes.
Pois, as vezes é melhor deixar as coisas e as pessoas irem. Não lutar pelo fechamento e pedir explicações. Não correr atrás das respostas e não esperar que as pessoas entendam de onde você o vê.
Lentamente, percebo que vivemos melhor a vida quando não focamos no que acontece ao nosso redor, mas sim no que acontece dentro de nós.
Em suma, trabalhe em si mesmo, na sua paz interior e perceberá que não reagir a cada coisinha que te incomoda é o primeiro ingrediente para viver uma vida feliz, saudável sem deixar de ser manipulado pelo teu ego.
Em suma, trabalhe em si mesmo e na sua paz interior. Você perceberá que, quando não reage a cada coisinha que te incomoda, dá o primeiro passo para viver uma vida feliz e saudável, sem deixar que seu ego o manipule.
Picture of Walmei Junior

Walmei Junior

Sou Administrador de Empresa, Pós Graduado em recursos Humanos (MBA). Além de ser Coach, Palestrante, Practitinoer em Programação Neurolinguística, Hipnólogo e apaixonado pela mente humana e auto conhecimento.

Comente o que achou:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

---------------Veja mais---------------

PARA MAIORES INFORMAÇÕES CLIQUE NAS FIGURAS ABAIXO PRA COMPRAR.